Guzerá apresenta alto desempenho na PGP da ANORC

29/05/2020

A 5ª Prova de Ganho em Peso Coletiva da ANORC (Associação Norte-Rio Grandense de Criadores), que teve a participação da Guzerá e de outras raças zebuínas, foi encerrada no dia 1° de junho. Sete touros Guzerá de diversos criatórios foram avaliados em sistema de confinamento, entre os meses de dezembro de 2019 a junho de 2020.  Os animais entraram na prova com idade entre 7 e 10 meses e terminaram entre 12 a 15 meses.



A raça Guzerá teve um Ganho Médio Diário de 1.299 gramas. De acordo com o técnico da ABCZ, Rodrigo Madruga, o Guzerá apresentou resultado positivo e com média de ganho de peso igual ao da raça Nelore e superior ao do Sindi. “A provou mostrou que vale a pena investir em touros melhoradores registrados para imprimir maior ganho de peso ao rebanho. Dos animais participantes, a maioria era filho de touro melhorador, via monta natural, e apenas um era de inseminação artificial. Isso comprova que é fundamental usar o melhoramento genético para obter sucesso na pecuária, seja ela de corte ou de leite. Ou seja, o resultado é garantido quando se usa um touro registrado melhorador”, garante Madruga.



Segundo o técnico da ABCZ, os criadores de Guzerá precisam participar cada vez mais das provas zootécnicas para que o mercado tenha maior oferta de material genético desses animais provados.



 



Os animais classificados foram:



1º lugar: GUZ56 ALP



Criador: Bruno Patriota



2º Lugar: Mino K



Criador: Kleber Bezerra



3º Lugar: Fogo de Reilloc



Criador: Camillo Colier


ACGB © | Desenvolvido com por